5 de dezembro de 2015

Ano Novo... Será mesmo?!


Chegamos ao final de mais um ano... Foram momentos de vitórias, derrotas, alegrias, tristezas, experiências que se somam e vão construindo nosso SER, fazendo nossa história... ao menos deveria ser assim...

Mas... será mesmo que esse próximo ANO será NOVO?! Será?!! O que lhe garante?? Afinal, essa coisa de ANO NOVO foi algo inventado pelo SER HUMANO, não sabemos ao certo quando termina um ciclo para iniciar outro. Além disso, passamos de um dia para o outro, como é feito todos os dias. Então, basta chegar ao final de um ANO, no último dia, e achar que amanhã será um NOVO ANO? Mas tivemos o presente ANO e tantos outros que já ficaram para trás e pouco ou nada fizemos de diferente para que fosse um NOVO ANO. De repente, até começamos a viver o NOVO... mas voltamos ao passado, caímos na rotina e voltamos aos velhos dias... vivendo só de lembranças...
Vamos lá!! Vamos olhar assim, de frente, sem ilusões. Essa é a realidade de praticamente todos os seres. Levamos a vida sem pensar que CADA DIA é na verdade uma nova oportunidade de fazer diferente, de fazer melhor, de ser melhor, de ser NOVO!... E quando chega no final de um ano (um limite dado pelo próprio ser humano) queremos que num passe de mágica, ao virar uma data, seja um NOVO ANO onde tudo vai ser diferente sendo que continuamos a ser as mesmas pessoas, com os mesmos pensamentos, os mesmos problemas, as mesmas reclamações, os mesmos sonhos (que ficam só como sonhos mesmo), as mesmas atitudes e tudo mais que vamos carregando sem fazer força para mudar ou viciados nos velhos dias...
Não estou sendo pessimista, não. Estou sendo realista, sem rodeios, sem ilusões, sem festas. Até que é gostoso pensar assim: ANO NOVO, VIDA NOVA! Mas ao refletir melhor, ao observar melhor o andar dos acontecimentos... não há nada de novo... os dias seguem... a vida segue... e não estou vendo nada NOVO. Só vai ser NOVO, de verdade, quando resolvermos agir diferente do que temos feito até aqui. Isso pode acontecer do dia 31/12 para 01/01, ou, qualquer outro dia do ano... porque para ser NOVO basta que renovemos a nós mesmos, basta escolhermos uma vida diferente do que temos vivido... e isso pode ser qualquer dia... E qualquer dia sendo NOVO e se repetindo nesse constante renovar... aí sim, a VIDA SERÁ NOVA...
Então... FELIZ seja a sua VIRADA quando você decidir viver o NOVO, sem ilusões, sem promessas, sem enganos... mas com toda a sua força lutar por dias novos, melhores e vividos de forma renovada.
Eu também ainda não fiz minha VIRADA... mas estou na esperança de ainda nessa vida viver o NOVO a cada dia! 
O tempo segue... ainda há tempo... mas tenhamos cuidado pois o tempo passa, se renova e não espera por ninguém!

Termino essa postagem com as palavras de Carlos Drummond de Andrade:

"Para ganhar um Ano Novo 
que mereça este nome, 
você, meu caro, tem de merecê-lo, 
tem de fazê-lo novo, eu sei que não é fácil, 
mas tente, experimente, consciente. 
É dentro de você que o Ano Novo 
cochila e espera desde sempre."

(Carlos Drummond de Andrade - Receita de Ano Novo)